domingo, 26 de janeiro de 2014

2014 Ano do Cavalo


 
31/janeiro/2014 a 18/fevereiro/2015
 
Ano 2014 ou 4712: O calendário chinês é Lunisolar, ou seja, considera tanto as fases da Lua como a posição do Sol. Por isso o início de cada ano chinês recai em uma data diferente, que começa na noite da Lua Nova mais próxima do dia em que o Sol passa pelo 15º de Aquário. Nesse ano recairá no dia 31 de janeiro de 2014 e terminará em 18 de fevereiro de 2015. Contado como referência da fundação do primeiro reino da civilização chinesa, será o ano 4712 para os chineses.
 
Conhecido como Festival da Primavera, o Ano Novo Chinês marca o fim do inverno. Sendo o feriado mais importante em toda a Ásia, a data é cercada de diversos rituais e tradições, como a dança dos dragões, fogos de artifício, jantares especiais em família, visitas aos amigos, troca de presentes e muita decoração com ornamentos, principalmente na cor vermelha considerada auspiciosa. Nessa época a China estará muito movimentada, já que é um costume as pessoas viajarem para encontrar parentes e amigos.
 
Regente do ano: Segundo a Astrologia Chinesa, o novo ano será regido pelo Cavalo, elemento Madeira Yang. O Cavalo rege o mês de junho, o dia 17 de cada mês, a direção Sul e período das 11h00 às 13h00 que é o horário do pico do sol. Por isso é relacionado ao calor, à energia, ao verão e a tudo que é quente. Dentro da teoria dos cinco elementos chineses (água, fogo, terra, madeira, metal), o Cavalo está inserido no Grupo de Fogo.
 
Juntando os elementos Fogo e a Madeira que regerão ao ano, podemos dizer que teremos muita "lenha para queimar" em 2014. Essa combinação dos elementos nos remete à imagem de uma fogueira, onde a madeira alimenta o fogo, que por sua vez reduz tudo em cinzas e que retorna ao solo firme e seguro.

Essas são características que encontraremos durante o ano e que nortearão nossas atividades. Para saber se o ano lhe será favorável, verifique seu signo e o seu ascendente no post Calendário Ganzhi ou click aqui.
 
 
 
Elemento do ano

Como elemento principal, o Fogo representa a extroversão, a força de expansão, as qualidades de liderança e capacidade de superar desafios. É a força da criatividade que traz brilhantes ideias e, por ser o elemento de movimento, sugere a exploração de novos horizontes, a obtenção do sucesso e a capacidade de inovar.
 
No entanto, o fogo queima e por isso é relacionado à impulsividade, impaciência, ambição e força excessiva que pode se transformar em violência. O excesso do elemento fogo representa a exposição a riscos, perigos e acidentes, como também o encontro com opositores e fortes concorrentes. 
  • Fogo: Embora o ano seja regido pelo Fogo, as pessoas dos signos regidos por esse elemento poderão encontrar dificuldades se não souberem controlar seus impulsos e o seu excesso de energia. Cautela e discernimento deverão ser observados durante o ano inteiro.
  • Água: A água apaga rapidamente o fogo, mas também o Fogo pode ferver a água fazendo-a desaparecer. Por isso as pessoas dos signos regidos pela Água poderão encontrar algumas dificuldades, oposição em seus relacionamentos e no desenvolvimento de seus projetos.
  • Madeira: As pessoas dos signos regidos pela Madeira terão proeminência e serão beneficiadas com sucesso em seus empreendimentos e iniciativas. Embora sejam persistentes, deverão combater sua tendência a se interessar por diversas coisas ao mesmo tempo.
  • Terra e Metal: Os signos regidos pela Terra e Metal serão beneficiados pelos esforços empreendidos, porém deverão combater a impulsividade. É bom lembrar que o Fogo derrete o Metal, por isso o excessivo entusiasmo poderá levar ao fracasso.

 
 
2014 - Ano do Cavalo

Esse será o ano do Cavalo, que desde a antiguidade o cavalo tem sido um aliado dos seres humanos, tanto no trabalho, quanto nos deslocamentos por motivo de viagem e batalhas. É por isso que o cavalo é considerado um símbolo universal de força, que quando bem direcionada pode nos conduzir ao destino onde pretendemos chegar, às realizações e ao sucesso. Daí podemos concluir que a boa sorte acompanhará principalmente aqueles que persistirem em seus objetivos e não se deixarem intimidar por dificuldades e desafios.
 
A força do Cavalo favorecerá o triunfo sobre possíveis adversidades e trará bons resultados e recompensas do que realizarmos e do que viemos realizando em anos anteriores. Sendo regente do horário de pico do Sol, podemos prever que em 2014 encontraremos maior disposição e entusiasmo para retomar antigos projetos, assim como para transformar intenções, ideias e sonhos em realizações.
 
O ano será favorável para quem deseja lançar-se no mundo dos negócios, iniciar um novo projeto, abrir uma empresa ou buscar um novo emprego. Obterão sucesso aqueles que não se detiverem diante de obstáculos e trabalharem com determinação e coragem. Quem não tiver medo de se arriscar e esforçar para alcançar o que deseja, o ano ensejará vitórias.
 
Rapidez e ação serão a tônica do ano, por isso os problemas terão rápida solução. Sendo o cavalo rápido em seu galope, o ano promete sucesso rápido para aqueles que sejam dinâmicos, empreendedores e mostrem eficiência e velocidade na elaboração e execução de projetos. Pode ser um ano decisivo para quem estiver disposto a buscar o seu lugar ao sol e também para quem busca um bem maior, como as grandes causas sociais. Se soubermos direcionar nossa energia, com certeza conseguiremos realizar algumas propostas que trarão renovação à nossa vida.
 
Nesse ano teremos mais autoconfiança, mas deveremos combater a tendência a impulsividade. Devido ao ritmo veloz que regerá o ano, é possível que demande maior esforço e traga muita tensão, cansaço e estresse. Planejamento e decisões bem pensadas será essencial. Nossos sentidos irão nos direcionar para o caminho certo, mas é preciso preparar para as mudanças inesperadas. Mas mesmo que os ventos mudem, deveremos seguir nossos instintos principalmente nas questões financeiras, pois esse será um ano favorável para conseguirmos independência financeira.
 
 
 



2014 - Cavalo Madeira

Durante o ano do Cavalo Madeira, a natureza deverá ser preservada, respeitada e valorizada. Ela é fonte da vida e o ideal será estarmos sempre em contato com natureza, seja nos campos, na praia, nas montanhas e parques. As plantas em casa, um jardim ou uma horta será essencial para atrair as boas energias. Frutas, alimentos naturais e vegetais, principalmente as folhas verdes, serão necessárias para melhorar e manter a saúde.
 
O senso de cooperação e amizade são características do Cavalo Madeira, por isso poderemos contar com o apoio de aliados. Favorecerá os setores e profissões que lidam com o público e comércio. Atividades artísticas e intelectuais estarão em evidência, assim como favorecerá os eventos sociais, pois o Cavalo Madeira é liberal e divertido.
 
O signo do Cavalo Madeira corresponde ao signo de Gêmeos, por isso seu melhor atributo é a comunicação e será uma área em que deveremos investir, usando de novas abordagens para podermos aproveitar a força do Cavalo com a maleabilidade da Madeira. Nesse período será favorável buscar uma qualificação profissional através de cursos rápidos, realizar mudanças e pequenas viagens. Nossas iniciativas poderão trazer resultados rápidos.
 
Geralmente o ano do Cavalo Madeira costuma trazer novidades, descobertas, inovações e novas invenções. Tudo o que seja inconvencional poderá ganhar ênfase, assim como poderá haver progresso em vários campos. Os últimos anos regidos regidos pelo Cavalo (1918, 1930, 1942, 1954, 1966, 1978, 1990, 2002) foram marcados por grandes crises e guerras mundiais, mas também por grandes avanços na tecnologia.
 
A última vez que o Cavalo Madeira teve regência foi em 1954, quando a IBM apresentou a primeira calculadora eletrônica do mundo, uma tecnologia revolucionária para aquela época. Também foi o ano das primeiras transmissões de tv em cores nos Estados Unidos, utilizando o padrão NTSC e o fim da Era Vargas do Brasil, que terminou com o suicídio do presidente da república Getúlio Vargas e mudou a política do Brasil.
 
 
 
Cavalos precisam ser domados

Cavalos precisam ser domados e direcionados para serem úteis aos seres humanos, senão se torna um animal selvagem que vaga sem destino. Isso significa que, embora estejamos mais resistentes ao controle e dominação, no ano do Cavalo precisaremos usar da inteligência, domar os nossos instintos e focarmos em nossos objetivos para alcançarmos o sucesso. As pessoas que se mostrarem responsáveis, prudentes e disciplinadas em suas funções poderão se elevar na carreira e profissão.
 
Também favorecerá os relacionamentos afetivos e será um bom ano para fortalecer as relações dando-lhes mais atenção. Romance e paixão estarão em alta, mas será preciso combater a tendência a controlar ou se colocar muito dependente do outro.
 
Esse é o ano em que a liberdade de movimento deixará os relacionamentos mais leves e trará mais confiança entre as pessoas. Poderá ser um ano de muitos encontros, reencontros, casamentos e formação de parcerias. As pessoas estarão mais românticas, carinhosas e será uma oportunidade para viajar com seu amor e conhecer lugares exóticos e pouco conhecidos.
 
O Cavalo, o Tigre e o Cão compõem o terceiro trígono no zodíaco chinês, portanto as pessoas que sejam desses signos ou que tenham nascido no horário regido por esses animais serão favorecidas durante o ano. Esses signos são dedicados às causas humanitárias e lutam contra as injustiças, por isso esses assuntos terão evidência nesse ano. Por serem signos idealistas, a filantropia e a proteção ganharão força em 2014.

A natureza do Cavalo é impulsiva e autoconfiante, por isso sentiremos essas influências em ações e emoções. Será importante manter o bom humor, o entusiasmo, a motivação e investir no bem-estar e na qualidade de vida. Atividades e divertimentos que tragam relaxamento serão benéficas à saúde mental e nos ajudarão a enxergar as situações com mais clareza e sabedoria. Tolerância e diplomacia serão essenciais para superar as adversidades. Será um ano para mantermos a força, altivez e dinamismo do Cavalo, que é superior àqueles que se contentam em ser apenas "burros de carga"...
 
 

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Feng Shui movimentação nos ambientes



Segundo o Feng Shui, todo aspecto de nossa vida está ancorado energeticamente no espaço onde vivemos, sendo cada parte da casa correspondente a uma área de nossa vida. Às vezes notamos uma estagnação em nossa vida e o problema pode estar exatamente no bloqueio das energias devido à pouca movimentação no Guá correspondente. 

A estagnação de energias pode ser percebida nos relacionamentos que caem na rotina, na profissão que não se desenvolve, no dinheiro que nunca é suficiente, nas relações sociais que permanecem na mesmice etc. Para sair da estagnação é preciso organizar e implementar algumas soluções.  

Um dos meios de ativar as energias são os objetos que tenham movimento, tais como pêndulos, canta vento, mobiles e sinos de vento colocados próximos às janelas, varandas ou em locais onde exista corrente de ar.  Também pode ser usada uma fonte que tenha um movimento contínuo de água. 

Essas soluções podem ser usadas tanto na residência quanto no local de trabalho, mas quando por qualquer motivo não houver possibilidade de usar um dos objetos acima, o movimento pode ser simbolizado por um quadro ou porta retrato com a figura de carros, motos, trens, avião, foguete, aves, peixes em movimento ou de pessoas correndo que estimulam essa ideia.

Outra solução bem simples é abrir diariamente as janelas para que haja corrente de ar no ambiente ou usar um ventilador. O ar e a luz natural são eficientes curadores e necessários aos ambientes. Algumas vezes pode ser necessário mudar objetos e móveis de lugar ou reciclar algumas coisas que ficam guardadas por muito tempo nos armários.

Móveis de grande porte como camas e sofás não devem ser colocados sob as janelas ou de costas para a porta, pois eles precisam de uma parede sólida de apoio que enseja estabilidade e segurança.Também não deve impedir a passagem, como por exemplo, estar de costas para a porta.

Livrar-se da desordem e da desorganização também é um meio de eliminar a estagnação do fluxo de energias. Uma ideia é utilizar caixas para guardar fotos, coleções e materiais de pouco uso e guardar em um depósito separado. 





Aplique o baguá sobre a planta de sua casa ou de um ambiente ou empresa, colocando a porta de entrada principal alinhada com a área de trabalho. Em seguida, aplique as sugestões acima para ativar as áreas relacionadas: 
  • Trabalho/profissão: Ative o Guá do Trabalho para obter novas oportunidades de trabalho, conseguir promoção ou ter mais estabilidade profissional, atrair clientes para seu negócio, maior desenvolvimento do dia-a-dia, cumprir sua missão de vida e proteger seu destino. 
  • Amizades/Benfeitores: Ative o Guá dos Amigos para fortalecer as amizades, ter harmonia com os amigos, obter apoio de benfeitores e aliados, contar com a boa vontade das pessoas em geral.  
  • Conhecimento/sabedoria: Ative o Guá da Espiritualidade para obter novos conhecimentos, ter sucesso nos estudos ou no vestibular, obter proteção espiritual, ter mais fé e esperança, obter maior sabedoria e discernimento, melhorar a autoestima e as emoções. 
  • Criatividade/filhos/alegria: Ative o Guá da Criatividade para despertar e aumentar a criatividade, ter boas ideias e bons pensamentos, encontrar solução criativa para os problemas, aumentar a fertilidade ou obter proteção para os filhos, ter mais alegria e espontaneidade.,
  • Família: Ative o Guá da Família para  criar harmonia e cumplicidade na família, proteger as relações familiares, ter saúde na família, renascimento da vitalidade, maior capacidade de superar-se. 
  • Fama/sucesso: Ative o Guá do Sucesso para obter aprovação de seus projetos, sucesso nos negócios, ter evidência, obter proteção para sua reputação e fama.
  • Dinheiro/abundância/prosperidade: Ative o Guá da Prosperidade para obter mais recursos e sabedoria para administrar seu dinheiro, prosperar, ter abundância, crescer em todos os aspectos da vida e saber fazer bom uso do que recebe. 
  • Amor/relacionamentos: Ative o Guá dos relacionamentos para obter harmonia e ter mais alegria no relacionamento, encontrar um novo amor, melhorar a receptividade e a capacidade de doação. 
  • Saúde/cura de doenças: Ative o centro para manter boa saúde e bem estar, como também para auxiliar na recuperação da saúde.

sábado, 9 de novembro de 2013

Feng Shui e Energia sutil


 


No universo várias energias atuam ao mesmo tempo, como a energia térmica, a energia mecânica, a energia gravitacional, a energia eletromagnética e também outros tipos, como as energias sutis. Embora não tenham sido ainda reconhecidas pela ciência, as energias sutis permeiam o espaço e toda a matéria existente na natureza. Nos seres vivos essa energia é responsável pela vida. 
 
A energia sutil da natureza, também conhecida por energia imanente, é absorvida pelos seres humanos através da respiração, ingestão de água e de alimentos, mas principalmente por diversos pontos de entrada espalhados pelo corpo, que são conhecidos como Chacras. Essa energia é conduzida aos órgãos e células físicas pelos nadis e meridianos é que formam uma rede de canais de energia. 
 
Quando a energia imanente é absorvida pelos seres vivos, ela sofre um processo de transformação e adquire qualidades correspondentes ao ser vivo, chamada de bioenergia, energia anímica ou energia consciencial, que é um outro tipo de energia sutil associada aos seres vivos. A energia cósmica que permeia a matéria inorgânica sofre o mesmo processo e também é transformada de acordo com sua composição química.

 
 



Algumas substâncias têm mais capacidade de armazenar a energia imanente do que outras. A água é um exemplo de substância que tem grande capacidade de acumular as energias sutis, por isso se utiliza a água benta ou água fluidificada para as curas, como também a unção com óleos.
 
Da mesma forma os planetas acumulam energia cósmica e irradiam essa  energia tradicionalmente estudada pela astrologia.  Estrelas como o sol são potentes fontes emissoras, pois a luz transporta além da energia eletromagnética, uma energia sutil associada. Quando a luz solar atinge a atmosfera, transfere parte de sua energia sutil para o ar, que também acumula a energia cósmica vinda do espaço. 
 
As plantas absorvem as energias imanentes da terra, da luz solar, do ar, da água das chuvas e com isso tornam-se fontes de energias sutis, além de produzir os nutrientes orgânicos. Isso significa que quando ingerimos um alimento natural, estamos ingerindo um pouco da energia física ou calorias dos alimentos que resultam das energias imanentes da natureza absorvida pelas plantas.


 



Uma evidência dessa realidade é a eficácia dos remédios homeopáticos com altas dinamizações. Na sua preparação, os extratos das ervas são diluídos diversas vezes. Em cada etapa um pouco da energia sutil da planta é extraída e curiosamente quanto mais diluído, mais forte é a sua atuação. O resultado é um remédio puramente formado de energia, que não atua quimicamente no organismo mas atua a partir da energia sutil das ervas.
 
As plantas possuem um tipo de bioenergia pouco elaborada, pelo fato delas serem organismos simples e não possuírem atividade mental ou emocional como os animais. Cada planta tem seu padrão de energia característico, que se mantém praticamente o mesmo exceto em algumas variações sazonais e ciclo vital. Também sofrem as influências de determinados planetas, como da lua e do sol. Assim, a energia das plantas pode ser considerada quase como energia imanente.

 
 



Os antigos povos já conheciam a existência de diversas energias, tendo sido utilizadas principalmente pelos egípcios, persas, hebreus, etruscos, gregos, romanos, gauleses, indianos, polinésios, índios americanos, chineses etc. Desde os primórdios da humanidade que sacerdotes, curandeiros e xamãs sabem que as energias sutis tem uma relação com o corpo humano, com os animais, plantas e fenômenos naturais.
 
Os sacerdotes do antigo Egito eram mestres da ciência oculta, tinham profundos conhecimentos sobre a energia sutil e suas manipulações. Antigos magos e feiticeiros trabalhavam com as forças invisíveis e ainda hoje algumas culturas usam essas energias invisíveis em seus rituais.
 
Há mais de 5000 anos os indianos já mencionavam a energia universal chamada de Prana e que é vista como o constituinte básico e a origem de toda vida. Na tradição hindu, a energia sutil é amplamente conhecida pelos yogues e seus discípulos. Através de exercícios respiratórios, meditação e exercícios de concentração, os yogues conseguem alcançar um profundo estado de paz e equilíbrio, podendo até mesmo produzir efeitos físicos através de domínio das energias sutis.
 
Os chineses já tinham desenvolvido as bases de sua medicina tradicional há mais de 5.200 anos, de onde surgiu a acupuntura que tem como objetivo principal reequilibrar o fluxo de energias através de canais energéticos. Chamada Chi, a energia vital contém duas forças polares - o yin e yang e o equilíbrio dessas forças teria influência na saúde física dos seres vivos. Qualquer desequilíbrio acarretaria uma moléstia física.

 
 



Muitas vezes, ao estudar e conviver com as energias sutis deparamo-nos com situações inexplicáveis, mas as sensações e os efeitos se fazem presentes. A cabala refere-se a essas energias como a Luz Astral ou Aura. É essa luz que vemos representada nas pinturas religiosas que retratam Jesus e outras figuras espirituais com uma luz em torno de seus corpos, em especial sobre as suas cabeças.
 
Os inúmeros fenômenos e curas promovidas por Jesus e seus apóstolos com a imposição das mãos e o emprego das palavras, são manifestações das energias sutis, potencializadas por esses grandes seres. Isto mostra que Jesus possuía um potencial energético bastante equilibrado, a ponto de contagiar e curar a todos apenas com sua presença.
 
Com a evolução da tecnologia, estudiosos dos diversos setores utilizaram o Campo de Energia Universal para comprovar suas teses. Eles mencionaram muitas propriedades da Energia Universal e como esse campo impregna todo o espaço, tanto em objetos animados e inanimados, que se ligam uns aos outros e fluem de um objeto para outro. Essa energia pode ser visualizada através das fotos Kirlian.

 
 



No século 18, Franz Anton Mesmer postulou a existência de um magnetismo animal e através dele promoveu diversas curas. Na ciência do século 19, a teoria da libido de Freud e a teoria do orgônio do Dr. Wilhelm Reich, psiquiatra e colega de Freud, contribuiram para o entendimento da bionergia. Eles estudaram a relação entre os distúrbios do fluxo do orgônio no corpo humano e as doenças psicológicas. A psicanálise demonstrou que as doenças resultam das energias emocionais reprimidas ou em desequilíbrio.
 
No século 19 Helena Blavatsky fundou a sociedade teosófica, tendo um de seus objetivos investigar as leis inexplicadas da natureza e os poderes latentes do homem. Na mesma época Allan Kardec codificou a doutrina espírita. E assim Blavatsky e Kardec popularizaram os ensinamentos que antes eram privilégio de apenas alguns membros das ordens iniciáticas e grupos de ocultismo. A teosofia divulgou muitos dos antigos ensinamentos secretos sobre yoga, chacras, nadis, mantras, etc. 
 
A partir da tesosofia e do espiritismo, diversos movimentos místicos surgiram em todo o mundo trazendo novas abordagens e adaptando o conhecimento milenar dos sábios e mestres de todos os tempos para a nossa realidade atual, mostrando as leis espirituais da natureza que estavam ocultas pela visão distorcida das religiões e pelo misticismo dos povos da antiguidade.

 
 



Absorção de energias:  Um dos meios de absorvermos as energias positivas da natureza é buscarmos um local tranquilo e agradável para que possamos nos concentrar. A circulação das energias se torna mais perceptível quando estamos relaxados, por isso devemos escolher uma posição confortável, de pé, sentado ou deitado com a coluna ereta.
 
Ao relaxarmos a mente e os músculos do corpo, nos desligando do tempo e de qualquer problema, iremos nos sintonizar com o ambiente até fazer parte dele. As energias sutis respondem naturalmente ao pensamento concentrado, mas não forçado.  
 
Outra forma de recepção, é pela absorção de energias cósmicas. Para isso é precisamos elevar a nossa mente e pensamentos até o cosmos e desejar com intensidade que as energias entrem por todos os seus poros. Quem tem uma disfunção física deve impor a mão sobre a área doente e direcionar a energia para essa parte do corpo. Isso também pode ser feito para outras pessoas. O exercício tem duração de poucos minutos, mas se bem feito mostra resultados imediatos.

 

Uma outra maneira de manipular as energias sutis é pela visualização criativa. Quando a mente começa a pensar em algo, as energias se movimentam de acordo com o pensamento. Esse é o princípio básico do pensamento positivo, ou seja, realizamos o que queremos primeiro na mente o que nos ajuda a materializá-lo.

Também podemos nos curar e buscar reequilíbrio energético pela visualização de cores. Cada cor tem um significado e algumas técnicas são muito simples e que consistem em:
  • visualizar luzes ou fluídos coloridos que envolvem e penetram no corpo.
  • imaginar estar entrando numa piscina com a cor desejada
  • imaginar estar envolto numa nuvem na cor desejada
  • imaginar que o corpo se evapora até misturar-se com uma nuvem no céu. 
  • Algumas técnicas utilizam a visualização de esferas, elipsóides, pirâmides ou cubos de luz envolvendo partes do corpo ou o corpo inteiro. 



 

Chacras: Pode-se ainda visualizar vários raios penetrando todos os chacras ao mesmo tempo ou progressivamente energizando cada um dos chacras. O exercício consiste em relaxar o corpo, a mente e respirar de forma mais lenta.
  • Inicia-se inspirando uma energia branca sendo importante visualizar que o ar entra em seus pulmões como uma energia branca e brilhante e que envolve o cérebro e se concentra no chacra coronário que fica no topo da cabeça. Na expiração, deixe que saia a energia cinzenta de seu corpo. Repetindo algumas vezes esse exercício, a cada expiração estaremos energeticamente mais purificados.
  • Chacra frontal: O próximo passo é inspirar uma energia violeta e direcioná-la para o cérebro, mas agora concentrando-se no chacra frontal que fica na testa, um pouco acima do ponto entre as sobrancelhas. Na expiração, coloque para fora as energias desarmônicas que estavam na região. Repita algumas vezes. 
  • Chacra laríngeo: O passo seguinte é inspirar uma energia azul e direcioná-la para o chacra laríngeo, que fica no meio do pescoço. Da mesma forma anterior, expire as energias ruins que estavam causando bloqueios nessa região do corpo. Repita algumas vezes.
  • Chacra cardíaco: O passo seguinte é inspirar uma energia verde e direcioná-la para a região peitoral se concentrando no chacra cardíaco que fica na altura do coração no centro do torax. Da mesma forma anterior, expire todas as energias emocionais desequilibradas. Repita algumas vezes.
  • Chacra umbilical: O próximo passo é inspirar uma energia amarela e concentrá-la no chacra umbilical, uns dois dedos acima do umbigo. Expire todas as energias ruins que possam estar nessa região do corpo. Repita algumas vezes.
  • Chacra sexual: O próximo passo é inspirar uma energia laranja e concentrá-la no chacra sexual, que fica abaixo do umbigo. Expire todas as energias ruins desse chacra. Repita algumas vezes. Finalizando, inspire uma energia vermelha brilhante e concentre-a na região do períneo. Expire todas as energias negativas dessa parte do corpo. Repita algumas vezes. 
  •  

 
 

Recepção de energias: Naturalmente os seres humanos trocam energias sutis com o meio, mas existem formas conscientes de manipular essas energias cujos métodos mudam em função dos objetivos a serem alcançados, do padrão energético a ser trabalhado, da intensidade da manobra energética, etc. Os princípios básicos são muito simples e não há segredos, uma vez que se trata de algo que nos envolve a todo o instante. 
 
A energia imanente ou energia consciencial sofre a influência dos nossos pensamentos, sentimentos e emoções. Através da nossa vontade concentrada, podemos direcionar com facilidade a energia imanente e imprimirmos uma qualidade transformando essa energia sutil numa energia consciencial. As manobras energéticas básicas são: absorção, circulação interna de energias e exteriorização. 
 
A recepção e troca de energias de uma pessoa para outra ou com o meio ocorre de forma intensa se houver sintonia energética. Por exemplo, quando enviamos um pensamento de cura para um enfermo, ele só absorverá essa cura se estiver receptivo para recebê-la. Se o doente estiver em outro padrão mental de ódio, ressentimento, revolta, ele não irá absorver as energias benéficas que lhe estão sendo doadas.
 
A energia liberada pela imposição das mãos é uma técnica usada tanto através do Johrei, utilizada pela igreja Messiânica do Brasil, pelo espiritismo e outras religiões que praticam o Passe, a técnica Reiki e outros que tem mostrado efeitos surpreendentes, tanto fisiológicos quanto psicológicos.
 
Embora a ciência ainda não possa reconhecê-las, acredita-se que elas estejam próximas às frequências eletromagnéticas. Qualquer pessoa que tenha pensamentos elevados e esteja em sintonia com sentimentos positivos é capaz de transmitir bem estar e cura para outras pessoas, animais e ambientes.

 
 




Energias negativas: Da mesma forma que existem padrões de energia positiva, também existem padrões de energias negativas que são nocivas ao nosso sistema energético. Um exemplo de energias negativas são aquelas emitidas pelas pessoas que estão em determinados ambientes, como presídios, hospitais, hospícios, delegacias, cemitérios, necrotérios  e outros locais que geram uma atmosfera desagradável.
 
Isso ocorre porque são lugares em que há pensamentos e sentimentos negativos diversos. As pessoas que trabalham ou que convivem com esses locais naturalmente acabam por desenvolver defesas contra essas energias densas e negativas. Porém, quando não temos essas defesas naturais, o mais recomendável é estarmos distantes desses locais para não sermos impregnados por essas energias que podem nos causar desde mal estar até doenças.
 
As energias imanentes da natureza ou as energias cósmicas são puras e saudáveis, porém existem lugares que embora não aparentem podem estar impregnados de energias negativas. Bosques, matas e cachoeiras podem estar energicamente poluídos devido a atos de violência, despachos e magias com fins destrutivos. Da mesma forma, os locais onde há aglomeração de pessoas podem concentrar diversos tipos de padrões energéticos, podendo estarem energicamente poluídos.
 
Quando entramos em contato com ambientes considerados energeticamente poluídos, a primeira providência é nos lavarmos e lavarmos a roupa que foi usada com água limpa. Se for possível, faça-o imediatamente. Lembre-se que a água tem o poder de absorver energias. Também há técnicas de autodefesa, como a circulação interna de energias, conhecida por estado vibracional ou a concha áurica que é a técnica do encapsulamento.
 
A técnica de circulação interna de energias é o melhor recurso para se alcançar o equilíbrio emocional e serve também para reequilíbrio energético imediato, autodefesa e desenvolvimento parapsíquico. É muito utilizada por vários pesquisadores como ferramenta básica para se obter pleno domínio bioenergético e pode ser utilizada até no trabalho quando nos sentimos extenuados ou após discussões. Para se obter um bom resultado, recomenda-se essa prática em qualquer situação, várias vezes ao dia.
 
O exercício consiste em permanecer de pé com a mente e o corpo relaxado. Deixando os pés um pouco afastados, concentra-se absorvendo a energia pelos pés e pelas mãos e trazendo até o cérebro, fazendo com que a energia flua indo até os pés/mãos e retorne novamente a cabeça várias vezes de forma que, cada vez haja mais intensidade e velocidade da energia até o corpo vibrar.

 
 


Equilíbrio energético: Em nossa vida diariamente ocorrem situações que podem nos levar a desequilíbrios energéticos, como as preocupações, as expectativas, o excesso de boas e más emoções, como grande euforia ou grande decepção. Tudo isso tende a nos deixar energicamente vulneráveis.

Quanto mais abrimos nosso campo energético para trocar energias com um ambiente, mais a absorvemos. É por isso que quando estamos alegres, tranquilos e equilibrados, desejando o bem para nós e para todos, sem alimentar mágoas, ressentimentos e nem pensar em vingança e agressões, naturalmente absorvemos boas energias e protegemos o nosso campo energético. Também podemos aumentar essa proteção cuidando com carinho do nosso ambiente, mantendo-o limpo e organizado, utilizando as técnicas do Feng Shui e outras técnicas para atrair boas energias.
 
Da mesma forma, quando nos sintonizamos com sentimentos e pensamentos destrutivos, estamos nos expondo aos ataques energéticos que são influências de energias intrusas e desarmônicas, que tem por objetivo nos desequilibrar e causar doenças físicas e mentais. Ou seja, energias ruins nos alcançam quando estamos em sintonia com elas...


 

sábado, 27 de abril de 2013

Celebração do aniversário de Buddha

 
Wesak é o mais importante dos festivais budistas. É a celebração do aniversário de Buddha durante a Lua Cheia de Maio, sendo para alguns budistas também sua iluminação e morte. A cerimônia é realizada quando Sol está no signo de Touro e a Lua no signo de Escorpião. É um dia de graças, de reunião com Shambhala, com nossa alma e com a humanidade. A força da luz do dia é universal.

Em 2013 a Lua Cheia ocorre em 25 de abril, um momento em que Buddha dispensa a maior quantidade de luz para a Terra e para todos os que desejam servir na terra. Antes da hora exata da Lua Cheia, os iniciados se reúnem na presença dos mestres iluminados para receber as mais altas dispensações da luz de Buddha, que também é dispensada no corpo do Terra no Vale do Wesak no Himalaia. Este encontro também pode ser conectado através de meditação.

O Wesak é celebrado com muita cor e alegria, mas também de muitos cânticos e orações. As casas são limpas e decoradas. Em muitos países os budistas vão visitar seu templo e fazem oferendas aos monges de alimentos, velas e flores. Presentes são oferecidos a Budha em seu altar, demonstrando respeito e gratidão por sua vida e ensinamentos.

Na China usa-se elementos tradicionais da cultura chinesa, como dragões dançantes durante as celebrações. Na Tailândia e na Indonésia são feitas lanternas especiais de Wesak em papel e madeira. Muitas vezes durante a cerimônia são libertados muitos pássaros engaiolados, que simboliza o desapego dos problemas e o desejo para que todos os seres tenham saúde e felicidade. 

A cerimônia do "Banho do Buddha" faz derramar água sobre os ombros do Buddha, como um lembrete para purificarmos nossa mente da cobiça, do ódio e da ignorância. Wesak marca um tempo para transformarmos nossa mente, nossa consciência e nossa alma, abrindo-nos para novas possibilidades e para absorver verdades universais como ensinada pelo Buddha. É um tempo de purificação e energização para alcançarmos os níveis mais elevados de entendimento.

BUDDHA

Buddha nasceu no século 6 a.C. ao norte da Índia, numa manhã de Lua Cheia do quarto mês lunar que corresponde quase sempre ao mês de maio. Siddhartha Gautama era filho de um rei e nasceu como um príncipe. Conforme os costumes da época, casou-se aos 16 anos viveu alegre e espreocupado até que Siddharta viu um velho, um doente, um cadáver e um asceta, o que lhe despertou uma profunda reflexão sobre a realidade da vida e do sofrimento dos homens. 
 
Aos 29 anos, apesar dos pedidos de seu pai, ele abandonou sua família e sua vida palaciana para buscar a verdade. Durante 6 anos percorreu seu país procurando mestres e ensinamentos. Adotou uma vida severa, mas nenhuma daquelas escolas lhe oferecia uma resposta satisfatória. Após esse período de mortificações e penitências, numa Lua Cheia do mês de Wesak, decidiu seguir um sentido interior que sempre tivera desde pequeno.

Certo dia foi banhar-se nas águas do rio Neranjara e sentou-se sob uma figueira, mais tarde conhecida como árvore Bodhi. Através da meditação de atenção plena em sua respiração, alcançou finalmente a Iluminação. Em seu viver, Buddha direcionou sua mente à completa destruição dos desejos, da ganância, dos prazeres, do apego, do engano, das superstições e da ignorância das nobres verdades.

Ele renunciou às comodidades que nos mantém adormecidos e presos aos prazeres e ao sofrimento numa tediosa roda de nascimentos e mortes, a roda do Samsara. Se propôs a sair da roda do Samsara e também ensinar os demais seres como sair dela. Descobriu que o que nos prende à roda da Samsara são os desejos produzidos pelos múltiplos agregados que todos levam em nosso interior. Só eliminando esses agregados poderemos ter acesso a um coração tranquilo e feliz.
 
Para isso precisamos retirar os véus da ilusões que não nos permitem ver a realidade, mantendo o pensamento livre de qualquer crueldade, da sensualidade e má vontade. É impedir os pensamentos negativos e desenvolver os pensamentos positivos, mantendo uma linguagem livre de engano, da mentira, do insulto, da malícia e da estupidez. É agir de modo correto, livre de atos de assassinato, roubo, adultério e da mentira.
 
É ter uma vida correta, longe do comércio perverso, da usura, dos entorpecentes, dos venenos, das armas e da morte de seres, ganhando a vida por meios retos e honoráveis. É viver atento ao presente e saber que o corpo, os sentimentos, a mente e os pensamentos são impermanentes e estão submetidos à decadência. É direcionar a mente para a meditação e reflexão observando a nossa respiração. É parar por um momento, mantendo silêncio e nos observarmos por inteiro. 

Buddha é uma palavra sânscrita que significa o Iluminado, o Desperto, isto é, aquele que está liberto da ignorância e pleno da suprema sabedoria. O despertar está no caminho do meio, no equilíbrio. Nem prazer nem dor, nem em uma grande alegria nem em uma grande tristeza. Pouco a pouco isso conforma uma mente sã e harmoniosa, capaz de compreender toda sombra egóica. O maior inimigo da Iluminação é o Eu.

Ele não foi uma divindade e nem profeta; foi um homem que encontrou e viveu a verdade. Após ter instruído sobre a Sublime Verdade, num dia de Lua Cheia Buddha passou para o Paranirvana com a idade avançada de 80 anos, na localidade de Kusinagara. Buddha sempre dizia: "Busca a iluminação e o resto te será dado por acréscimo". 
 

domingo, 24 de março de 2013

Feng Shui: amigos e aliados


Diz a canção: "Amigo é coisa pra se guardar do lado esquerdo do peito", mas no Feng Shui os amigos estão à direita da sua casa ou de sua empresa, como também à direita da porta usada para entrada em qualquer ambiente. Amigos são aqueles que fazem parte dos momentos divertidos e das festas, como também nos ajudam, nos apoiam e estão presentes nos momentos menos alegres.

O Guá dos Amigos merece e deve ser cuidado para ativar a energia:
  • dos amigos, 
  • das pessoas que nos ajudam,
  • dos que nos prestam favores e serviços,  
  • dos que colaboram conosco,
  • dos que apoiam as nossas iniciativas 
  • dos nossos empregados e colaboradores,
  • dos nossos aliados e benfeitores, 
  • e também dos nossos benfeitores espirituais.  


Para atrair boas energias para essa área use principalmente o elemento metal e as cores branco ou cinza que podem estar presentes desde a pintura da parede, um móvel, um quadro e até mesmo em pequenos objetos de metal ou nas cores desse Guá. Também podem ser colocadas fotos com amigos, fotos de festas, fotos de viagens ou presentes recebidos de amigos. Nunca use uma foto com uma pessoa sozinha, dê preferência às fotos que tenham mais de uma pessoa.

Nessa área também podem ser colocados objetos de decoração com motivos angelicais que representam os nossos benfeitores espirituais. Esse é o melhor local para se colocar o telefone, o celular e o computador pessoal pois ativa os contatos com amigos nas redes sociais e protege a nossa comunicação. Ative essa área para obter favores, colaboração ou uma concessão especial de alguém.   


Quatro Pilares do Destino


Os Quatro Pilares do Destino é o tipo de astrologia chinesa mais conhecido no mundo ocidental. Baseado na sucessão de ciclos animais, o zodíaco chinês é de 12 anos, 12 meses, 12 dias e 12 horas. Cada ciclo animal é a representação dos 12 Ramos Terrestres, sucedido pelos 10 Troncos celestes. Cada ramo ou tronco representa os ciclos da energia da natureza com referência às polaridades yin e yang, bem como à teoria dos cinco elementos.


1º pilar: Ano de nascimento
É o ano de nascimento que indica a sua relação com o mundo, como é visto pelas pessoas, seus
antepassados, sua primeira infância e o seu destino. É o animal do ano do seu nascimento complementado pelo elemento e a polaridade.

2º pilar: Mês do nascimento
É o mês de nascimento e indica como é seu comportamento social, sua personalidade externa,
que pode ou não pode ser demonstrado em sociedade. Mostra seus pais e a sua adolescência. Este é o pilar utilizado para ver a compatibilidade de signos, vida amorosa e personalidade interior. Isto pode ser considerado aquilo que o indivíduo gostaria de ser ou que acredita ser, o seu verdadeiro eu. É o seu animal interior.

3º pilar: Dia do nascimento
É o dia de nascimento e mostra a personalidade interna, revela seu EU, mostra seu cônjuge e sua idade adulta.
Essa interação entre a imagem do dia e a imagem do destino mostra sua capacidade de sorte, missão e lições de vida a aprender. É o seu animal interior.

4º pilar: Hora do nascimento
É a hora de nascimento e revela seu jardim secreto, a parte mais íntima de sua personalidade, a sexualidade, a
velhice, seus filhos e descendentes. É o verdadeiro signo no qual a personalidade se baseia. É o seu animal secreto. É importante atenção para não utilizar o horário de verão.

A análise do mapa visa conhecer a constituição energética de cada pessoa, ou seja, determinar o percentual de elementos: Madeira, Fogo, Terra, Metal e Água que a pessoa possui. O elemento do dia de nascimento irá representar a pessoa e todos os outros elementos serão analisados em função dele, podendo favorecê-lo ou prejudicá-lo. Tudo depende do equilíbrio entre os elementos. 

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

2013 Ano da Serpente


De acordo com a Astrologia Chinesa, o ano 4711 do Calendário Lunar ou 2013 do Calendário Solar será regido pela Serpente Água Preta. Baseada na teoria de equilíbrio dos cinco elementos: fogo, água, metal, madeira e terra, a astrologia chinesa nos diz que a Serpente contém principalmente o elemento Fogo. Água e Fogo são elementos opostos, portanto a maioria das pessoas poderá experimentar uma mistura de boa e má sorte durante o ano.

O Calendário Lunar, que tem duração de 12 meses e 29 dias, iniciará em 10 de fevereiro de 2013 e terminará em 30 de janeiro de 2014, tendo as características do signo da Serpente. Para os chineses a Serpente é um animal sagrado que carrega consigo um aspecto positivo de boa sorte, tanto que as pessoas nascidas no Ano da Serpente são consideradas nobres devido à sua sabedoria e capacidade de compreensão. A Serpente é também um símbolo do misticismo na China.
 
Embora seja imprevisível, a Serpente de Água tem forte carisma. Simpática, cordial e paciente, na verdade essa é a Serpente que nunca desperdiça um bote. Com grande poder concentração, não se distrai de seus objetivos e despreza coisas sem importância para se dedicar a um planejamento eficaz. Sua inteligência vem do seu desejo de sempre saber mais, pois é o conhecimento que alimenta sua alma.

Sua sabedoria está no desenvolvimento de sua intuição e autoconfiança, pois só confia no que possa confirmar por si mesma. Estrategista, a Serpente nunca sai da realidade e nem de seu planejamento, dominando assim a arte de administrar e controlar, sejam projetos quanto pessoas. Ela prefere construir seu caminho silenciosamente por entre as brechas que vão surgindo, com isso ganha tempo e consegue ser mais rápida que outros conquistando seu espaço com eficiência.

Com grande capacidade de decisão e boa negociadora, a Serpente não se preocupa com os pormenores de organização mas sabe atuar de forma rápida e discreta para resolver os problemas. Muito eficiente, enquanto outros estão tentando detectar problemas, ela já identificou e resolveu. E, por ter um ritmo mais acelerado do que os outros, ela trabalha melhor sozinha e esconde as maneiras profundas e misteriosas de sua natureza. 

Considerada afortunada pela riqueza, a Serpente não tolera o aperto financeiro e nem a mesquinharia. Tem boa intuição, faro e inteligência para negócios e pode até ter sorte, mas principalmente disposição para trabalhar e se esforçar para concluir seu trabalho, exigindo isso também de seus empregados ou de quem trabalha com ela.

A Serpente é boa ouvinte e confidente de histórias e segredos dos outros, mas não se abre facilmente pois não sente necessidade de partilhar suas dúvidas. Enigmática, faz parte de sua elegância inata manter o mistério do que pensa e sente, podendo ser muito fria e calculista quando é necessário. Inteligente e intuitiva, ela aproveita-se dessas qualidades para conquistar as pessoas.

A Serpente não é misericordiosa, uma vez que se desenrola para atacar, ela move-se como um relâmpago e nada pode ser mais repentino e devastador do que seu bote. Tem muita facilidade para dar conselhos, mas também abusa de sua facilidade de comunicação. A arma de combate da Serpente é o argumento, a calúnia ou a discussão, nisso ela é invencível. Para a Serpente, os fins justificam os meios.

A Serpente é extremamente sensual, romântica e refinada. Com uma natureza sedutora e determinada, uma vez que escolhe,  jamais deixa escapar sua presa. Vaidosa e orgulhosa, gosta de sentir que é o centro das atenções de quem ama mas não admite ser sufocada. Apesar de gostar de controlar os outros, ela gosta de sentir livre sendo avessa ao controle e não suporta traição. Nos romances e nas amizades, a Serpente se entrega totalmente mas exige atenção, fidelidade e liberdade. 

Feliz Ano Novo

Em 2013 quem mantiver o foco em seus objetivos e traçar estratégias de ação, terá maior facilidade para lidar com os imprevistos dessa fase. Precisaremos ter metas definidas e agir com praticidade, sempre dentro de um prévio planejamento. Será o ano propício para buscar equilíbrio entre razão e emoção, cultivando a observação, a reflexão e ampliar o conhecimento. Este será um ano em que nos sentiremos protegidos por nossa própria sabedoria. 

O novo ano chinês exigirá rapidez e discreção na solução de problemas, além da capacidade de administrar com competência. Pode ser ano de sorte para negociar, porém teremos de controlar a credulidade sendo preciso refletir e ponderar antes de decidir. Tanto as decisões precipitadas quanto a hesitação poderão significar fracassos.

Não será uma época para arriscar em investimentos inseguros, mas ter prudência com o dinheiro, poupando, economizando e gastando com o que for realmente útil e necessário. Ilusão e enganos são comuns nos anos da Serpente. Em 2013 será preciso investigar detalhamente com quem se forma parcerias e quais as bases dos negócios. Cautela nunca será demais, tendo o cuidado de ver por onde anda e com quem mantém negócios e relacionamentos. A sorte material e bons negócios estarão indo de Leste para o Sul.  

Quem mantiver a capacidade de argumentação, negociação e vontade de se esforçar no trabalho terá mais sucesso. Inovação e renovação serão as palavras chave do ano. Geralmente o ano da Serpente traz a possibilidade de alcançarmos reconhecimento dos nossos esforços empreendidos anteriormente, mas também podemos ser chamados a corrigir os excessos cometidos no ano anterior. Nesse ano o que tiver sido encoberto aparecerá, pois a Serpente é perita em denunciar os erros.  

Durante o ano estarão mais em evidência os assuntos relacionados ao pensamento filosófico, psicologia, política, relações públicas, religião, assuntos místicos, astrologia, medicina cirúrgica, pesquisa científica, ensino, restauração, arqueologia, assim como os profissionais que tratam desses assuntos. Também estaremos muito interessados em assuntos que envolvam finanças, comércio, arte e beleza, pois a Serpente dá muita importância à aparência. 

Será preciso calma e refinamento para evitar brigas e escândalos. Nas relações sociais será preciso tato e cuidado para não melindrar os outros, pois a Serpente desperta o potencial de ferir as pessoas principalmente pela palavra através das discussões e calúnias que poderão atingir especialmente aqueles do signo Tigre e Macaco. 

A Serpente tem maior afinidade romântica com o Coelho e o Dragão que são do elemento Madeira e alimentam sua alma; a Madeira acende o fogo da paixão. Portanto as pessoas do signo Coelho e Dragão poderão viver grandes paixões em 2013. E por ter pouca afinidade com o Rato e o Porco, estes poderão experimentar decepções e enganos. 

Em 2013 as paixões podem se intensificar e para os que estão sozinhos o ano pode trazer muita paquera e romances recheados de paixão. Porém não será um tempo para deixar o coração falar mais alto; a razão deve permanecer em primeiro lugar.
 


Elemento Madeira
 
Em 2013 a sorte irá sorrir para todos aqueles nascidos nos meses e anos Madeira. Quanto mais aparecer o elemento no mapa, melhor será a sorte. A Madeira rege os meses de fevereiro, março e abril, o horário das 03h00 às 09h00 e os anos terminados em 4 e 5, de acordo com o Calendário Ganzhi.
  • As pessoas do signo do Tigre e do Coelho poderão ter uma boa surpresa em fevereiro e março.
  • Quem nasceu em fevereiro e nos anos regidos pelo Tigre, poderá enfrentar problemas nos relacionamentos. Para evitar conflitos, será preciso refletir muito sobre suas atitudes e antes de decidir ou dizer algo.    
Elemento Fogo
 
Em 2013 a sorte irá sorrir para todos aqueles nascidos nos meses e anos do Fogo. O Fogo rege os meses de Maio, Junho e Julho, o horário das 09h00 às 15h00 e os anos terminados em 6 e 7, de acordo com o Calendário Ganzhi.
  • Sendo um ano regido pela Serpente de Água, poderá haver pouco aumento de renda para os signos de Fogo. 
  • As pessoas do signo da Serpente e do Cavalo poderão ter uma boa surpresa entre maio e junho.
  • O Porco Fogo Yin, ou seja, aqueles nascidos entre 22/01/1947 a 09/02/1948 e os nascidos entre 18/02/2007 a 06/02/2008 deverão evitar brigas e controvérsias além de maior cuidado pois estarão mais sujeitos a disputas, acidentes e hostilidades.
Elemento Metal 

O ano de 2013 será moderado, com sorte e problemas, para os nascidos nos meses e anos Metal. O Metal rege os meses de Agosto, Setembro e Outubro, o horário das 17h00 às 21h00 e os anos terminados em 0 e 1, de acordo com o Calendário Ganzhi.
  • As pessoas nascidas nos anos Metal Yin, ou seja, de 06/02/1951 a 26/01/1952 terão mais sorte durante o ano.
  •  As pessoas do signo do Macaco e Galo poderão ter uma boa surpresa em Agosto e Setembro.
  • Os nascidos nos anos regido pelo Cão terão boa sorte em casamento e parcerias.
  • Quem nasceu em agosto e nos anos regidos pelo Macaco, poderá enfrentar problemas nos relacionamentos.
Elemento Água

O ano de 2013 será moderado, com alguns problemas para os nascidos nos meses e anos Água. A Água rege os meses novembro, dezembro e janeiro, o horário das 21h00 às 03h00 e os anos terminados em 2 e 3, de acordo com o Calendário Ganzhi.
  • A Serpente tem boa afinidade com o Boi, portanto esse signo terá melhor sorte em 2013.
  • O ano de 2013 será regido pela Serpente de Água, portanto poderá haver aumento de renda para os signos de Água. 
  • Na mandala astrológica, o Porco é o animal de confronto com a Serpente. Portanto, serão pouco beneficiados em 2013 aqueles nascidos entre: 
  • 22/01/1947 a 09/02/1948 - Porco Fogo Yin, 
  • 08/02/1959 a 27/01/1960 - Porco Terra Yin, 
  • 27/01/1971 a 14/02/1972 - Porco Metal Yin,
  • 13/02/1983 a 01/02/1984 - Porco Água Yin,
  • 18/02/2007 a 06/02/2008 - Porco Terra Yin,
  • 31/01/1995 a 18/02/1996 - Porco Madeira Yin.
Elemento Terra

Para os nascidos nos anos regidos pela Terra o ano de 2013 será moderado, com alguns problemas. A Terra rege o ano todo e também os anos terminados em 8 e 9, de acordo com o Calendário Ganzhi.
  • As pessoas nascidas nos anos Terra Yang, ou seja, nos anos terminados em 8, poderão ter mais sorte em 2013.
  • O Porco Terra Yin, ou seja, aqueles nascidos entre 08/02/1959 a 27/01/1960, deverão ter maior cuidado com a saúde e evitar brigas e controvérsias pois estarão mais sujeitos a disputas, acidentes e hostilidades.

Observações:
Ano de nascimento - sua relação com o mundo
Indica sua relação com o mundo, como é visto pelas pessoas, seus antepassados, sua primeira infância e o seu destino. É o animal do ano do seu nascimento complementado pelo elemento e polaridade.

Mês de nascimento - sua personalidade aparente
Indica seu comportamento social, a sua personalidade externa, os pais e a adolescência. Este é o pilar utilizado para ver a compatibilidade de signos, vida amorosa e personalidade interior. Pode ser considerado o que a pessoa gostaria de ser ou que acredita ser. É o seu animal interior.

Hora de nascimento - seu animal secreto
Revela seu jardim secreto, a parte mais íntima de sua personalidade, a sexualidade, a velhice, filhos e descendentes. É o verdadeiro signo no qual a personalidade se baseia, seu animal secreto. É importante atenção para não utilizar o horário de verão.

  • Para saber o animal que rege o ano de seu nascimento, click aqui ou acesse o "Calendário Ganzhi".
  • Para saber qual animal rege o seu mês de nascimento e o seu ascendente, click aqui ou acesse "Descubra seu signo ascendente".